Circuito da Raia

DURAÇÃO

4H15 (PERCURSO RODOVIÁRIO)

1 DIA DE VISITA

 

DISTÂNCIA

196 KM

 

ITINERÁRIO

Penamacor | Pedrogão de São Pedro | Bemposta | Aldeia de Santa Margarida | São Miguel d’Acha | Proença-a-Velha | Idanha-a-Nova | Ladoeiro | Rosmaninhal | Segura | Salvaterra do Extremo | Zebreira | Alcafozes | Idanha-a-Velha | Penha Garcia

Na paisagem raiana de fronteira, inerente aos atuais municípios de Idanha-a-Nova e Penamacor, a Ordem de Cristo, desde o momento em que foi criada no século XIV, marcou uma fortíssima presença territorial. A Ordem Militar de Nosso Senhor Jesus Cristo, pela incorporação dos bens dos Templários e por intermédio da sua ação militar, política e administrativa, sobretudo ao nível agrícola, exercia a sua valia de terratenente, modelando os ritmos e as vivências desta geografia ao longo da Idade Média e da Época Moderna. A instituição das comendas, como a da Bemposta, Idanha-a-Nova, Idanha-a-Velha, Penha Garcia, Proença-a-Velha e São Miguel de Acha, Rosmaninhal, Salvaterra do Extremo e Segura, juntando-se posteriormente (séc. XVI) a comenda da Igreja de São Tiago de Penamacor, possibilitou à Ordem de Cristo vincar, através de diversas manifestações artísticas realizadas ou patrocinadas, a sua presença, seja ao nível do património imóvel erguido ou reconstruído, quer no que diz respeito ao património móvel, onde inúmeras encomendas e doações se concretizaram, revelando a sua importância no território, especialmente entre o século XV e XVI.